Turismo e Lazer

COMO CHEGAR A BAIÃO?

DE CARRO– Baião fica a 204 Km da capital em linha reta, 265 Km pela estrada. Para chegar a sede do município, você tem algumas opções de acesso, a primeira é pela PA-151. Se você vier da capital, você tem 2 empresas de ônibus com vários horários, saindo do terminal rodoviário de Belém, todos os veículos climatizados e confortáveis, além de várias vans e micro-onibus que desembarcam no terminal rodoviário baionense. Caso você prefira vir de carro, o acesso a PA-151 é pela Alça Viária ou pelo Porto do Araparí. Você fará uma pequena travessia de balsa na comunidade de Meruú, cerca de 10 minutos. A estrada foi recentemente pavimentada e caso não haja atrasos a viagem dura em média 4 horas e meia. Caso você venha do sul ou sudeste do Pará, você terá acesso a PA-151 pelo município de Breu Branco, cerca de 140 Quilômetros. A estrada foi aberta recentemente e ainda não tem pavimentação, mas está sempre em manutenção e no verão a viagem dura 2,5 a 3 horas. A outra opção é pela rodovia Transcametá (BR-422), que sai de Novo Repartimento, passa por Tucuruí e corta diversas comunidades do município e vai até Oeiras do Pará, passando por Cametá. No quilometro 132, na comunidade de Varginha você tem a opção de atravessar para a sede de Baião de balsa, travessia esta que dura em torno de 40 minutos.

DE BARCO- Caso você prefira viajar de barco, a viagem é um pouco mais demorada, mas você é compensado pelas belezas naturais da região e pode viajar com muito mais conforto. Toda quarta-feira pela tarde um barco sai do Porto Tamandaré em Belém e chega por volta das 12 horas de quinta-feira em Baião. Caso você venha do sul ou sudeste do Estado, você pode embarcar em Tucuruí com diversos horários todos os dias e diversas opções de embarcações, algumas mais lentas outras mais velozes.

AVIÃO- Você pode optar também por viajar nos táxis aéreos que trafegam diariamente para a região e pousam na pista próxima a PA-151 na entrada da cidade. A viagem para Belém dura em média 50 minutos.

NOSSA CULTURA

Seguindo a tradição religiosa de todos os municípios paraenses, o município de Baião também venera um santo padroeiro: Santo Antônio. A festa inicia com a procissão do Círio no dia 1º de junho e, a cada ano, sai de uma localidade diferente com destino à igreja Matriz. A homenagem é acompanhada de festejos tais como novenas, leilões e arraial. No mês de janeiro, no lugarejo chamado Maracanã, é comemorada a Festa de São Sebastião, no período de 19 a 27. O festejo tem caráter religioso e inicia com a procissão ao redor da cidade, encerrando com a “procissão de agradecimento”.
As manifestações da cultura popular que mais se destacam no Município são representadas pelos cordões de pássaros e animais, sendo que os mais famosos são o Cordão do Japiim, Beija-Flor, Guará, Pavão e Jacaré, além do samba-do-cacete, de origem afro-indígena, que já teve, inclusive, destaque em reportagens nacionais. Quanto ao patrimônio histórico, Baião possui a igreja Matriz de Santo Antônio de Pádua, cuja construção data de 1922, bem como a antiga sede da Prefeitura, com linhas barrocas, construída em 1906 onde hoje funciona a CASA DA CULTURA e a Secretaria de Defesa Social.

No Município de Baião destacam-se uma Biblioteca, Casa de Cultura, Carnaval de Rua, Festejos Juninos, Festival dos botos TUCUXI e DO CANAL, Semana Estudantil, Festival de Verão, Festival do Camarão, Festival Baionense em comemoração ao aniversário do município e dezenas de festividades religiosas nas comunidades do município, com destaque para as festividades do Padroeiro Santo Antonio em Junho e São Raimundo Nonato em Agosto, além do Círio de Nazaré em outubro que acontecem na sede do Município.

PRINCIPAIS EVENTOS

Carnaval- Logo no início do ano, Baião se destaca na região pelo seu tradicional carnaval. Apesar da concorrência dos grandes carnavais, como o de Cametá e o de Abaetetuba, o carnaval baionense continua se destacando por ser uma opção diferenciada dos demais. No carnaval baionense você pode se divertir nos blocos micareteiros, nos tradicionais blocos de ‘sujos’ e até em blocos religiosos.

Festividade de Santo Antonio- O Círio de Santo Antonio ocorre no primeiro dia de Junho e a festividade ocorre até o dia do santo casamenteiro, dia 13. Durante as festividades diversas manifestações culturais ocorrem na histórica Igreja Matriz a Trezena em homenagem ao Santo ocorre todas as noites.

Festival Junino- Já é tradição no país no mês de Junho os desfiles de quadrilhas para-folclóricas, em Baião não é diferente, mas as quadrilhas locais se destacam por sua riqueza nas fantasias e por suas coreografias diferenciadas. O festival Junino Baionense já proporcionou belíssimas apresentações, algumas até se destacando em nível estadual e ganhando premiações.

Semana Estudantil- Principal atração do Verão Baionense, a Semana estudantil já sobrevive a duas décadas revelando bons talentos para o esporte do Estado. As principais modalidades são: Futsal, Volei, Corrida, Salto em Distancia, Show de Calouros e desfile de Miss.

Festival de Verão- Mais uma grande atração para quem curte as férias de Julho em Baião, o Festival de Verão leva grupos musicais locais e de outras cidades para a praça João Cancio, agitando os finais de semana e agradando todos os gostos musicais.

Festividade de São Raimundo- Com o Círio realizado todo dia 22 de agosto, a festividade de São Raimundo Nonato se dá no final do mês de agosto, em plena safra da Pimenta-do-reino, onde os produtores agradecem pela safra, além das mães que agradecem pela saúde dos seus filhos, visto que São Raimundo é protetor das gravidas.

Semana da Pátria- Como bons patriotas, o povo baionense festeja a independência com diversos eventos na semana da pátria. No dia 07 de setembro há o desfiles de escolas, da Guarda Mirim, da Guarda Municipal e da Polícia que encerram as comemorações com um belo desfile demonstrando amor a pátria.

Festividade de Nossa Senhora de Nazaré- Como em todos os municípios paraenses, Nossa Senhora de Nazaré é venerada e sempre lembrada por ser a padroeira de nosso Estado. Em Baião o Círio ocorre simultaneamente com o Círio da capital, percorrendo ruas da cidade e terminando com uma bela festa na Praça de Nazaré, em frente a Igreja de mesmo nome, localizada no Bairro Novo na sede do município.

Cavalgada- Todos os anos, os fazendeiros, produtores e criadores de gado e cavalos, se reúnem e desfilam suas crias para a população. O evento ocorre todo mês de outubro e atrai comitivas de todo o Estado e encerra com shows sertanejos, leilões e bingos.

Festival dos Botos- Todo mês de outubro, na véspera do aniversário da cidade, dois grupos se apresentam na quadra Higino Ramos, mostrando muita rivalidade e grande empenha para ganhar o título de melhor boto de Baião. O Boto do Canal enfrenta seu rival Boto Tucuxi, os dois com seus membros desfilando belas fantasias e danças, sendo analisados por jurados que decidem quem foi o mais bonito. A cidade fica em êxtase.

Festival de Baião- Baião é um dos municípios históricos de nosso Estado, por isso, seu aniversário não poderia ser esquecido. Todo dia 30 de outubro é feriado municipal, a cidade festeja seu aniversário com diversas manifestações populares, como samba de cacete, desfile de escolas e da Guarda Municipal, além do tradicional parabéns com um bolo gigantesco e um grande show na Praça Matriz.

PONTOS TURÍSTICOS E OPÇÕES DE LAZER

IGARAPÉ DA ENCANAÇÃO- Localizado na Avenida Antonio Baião na entrada da cidade

COMO CHEGAR?  Pela Avenida Antonio Baião ou pela PA-151

PRAIA DO MAPARÁ– Localizada em frente ao munícipio, a praia do Mapará é aparece no período mais baixo do Rio Tocantins, podendo ser frequentada dos meses de Maio até Janeiro. Nos demais meses o Rio tem o período de maré alta, e com isso nossa praia desaparece e surge após a cheia com novo visual, se tornando assim, paradisíaca.

COMO CHEGAR? De barco pelos portos da cidade. A travessia custa R$ 2 e dura 5 minutos

PRAÇA DA LUZ- Com uma belíssima vista para o Rio Tocantins, a praça da luz é uma excelente opção para passeios em família e apreciar um belo pôr-do-sol.

IGREJA DE SANTO ANTONIO- Localizada no coração da cidade, a histórica igreja construída em 1922 é um lugar que deve ser conhecido por qualquer pessoa, independente de religião, é uma estrutura imponente e pode ser logo vista ao chegar de barco ou de carro na cidade. A estrutura é linda e o local é todo climatizado e confortável.

COMO CHEGAR? Pela Avenida Antonio Baião, pela Avenida Levindo Rocha ou Avenida Getúlio Vargas, na sede do município

CASA DA CULTURA- O prédio histórico já foi a sede da prefeitura e hoje funciona como sede da Guarda Municipal e da Secretaria de Defesa Social. É um lugar que faz com que você descubra muito mais sobre nossa história.

COMO CHEGAR? Fica localizado entre as Praças Castilho França e Da Luz.

PRAÇA DE ALIMENTAÇÃO CASTILHO FRANÇA- Localizada entre outras duas praças, este ambiente é bem arborizado e você pode encontrar várias lanchonetes e apreciar as belas praças Matriz e da Luz, além da rampa do porto e o Rio Tocantins.

PRAÇA JOÃO CANCIO– Além de contar com uma bela vista para o rio, a praça João Cancio tem um monumento que representa a fundação do povoado em 1694, pelo português Antonio Baião. Hoje o local serve para eventos públicos, como shows e festejos populares, além de servir para famílias e amigos passearem e curtirem a paisagem exuberante do local.

RAMPA DO PORTO MUNICIPAL- O porto municipal Francisco Ramos também é uma excelente pedida para quem gosta de paisagens exuberantes. Além de contar com a escadaria chamada popularmente de ‘Pau da Gaivota’, é um lugar bem arborizado e de fácil acesso.

ACESSO: Pela praça Santo Antonio, na Avenida Getulio Vargas, na sede do município

IGARAPÉ DO CALADOS- Localizado na comunidade de Calados, na margem direita do Tocantins, a comunidade se orgulha do belíssimo igarapé que a corta. Desaguando no rio, é um point ideal para curtição e ao mesmo tempo tem um clima bastante familiar.

ACESSO: Através da estrada do Maracanã, aproximadamente 30 minutos da sede do município.

IGARAPÉ DE SANTO ANTONIO-Mais um belíssimo igarapé que conta com bares e águas transparentes

COMO CHEGAR? Pela estrada do Maracanã, cerca de 15 minutos da sede do município.

IGARAPÉ DO TAMBAÍ-AÇÚ-NOVO TESOURO- Localizado na comunidade de mesmo nome, este igarapé é uma excelente opção de lazer, além do fácil acesso.

COMO CHEGAR? Pela estrada do Cajú, aproximadamente 20 minutos da sede do município.

PORTO DO LIMÃO- Apesar do nome, o local serve muito mais para lazer do que propriamente de porto. Nele você encontra restaurantes, bares e uma bela paisagem para o rio.

COMO CHEGAR? Pela Avenida Getúlio Vargas, bairro do Limão, na sede do município.

VILA DE UMARIZAL-  Localizada na margem esquerda do Rio Tocantins, a vila de Umarizal é um distrito Quilombola com aproximadamente 1300 habitantes. Umarizal é um local tranquilo e com um povo hospitaleiro. Sua principal atração é o samba de Cacete, que já foi diversas vezes destaque nacional. A maioria da população é descente de Quilombos, daí se explica parte da sua rica cultura.

COMO CHEGAR? Aproximadamente 2 horas de barco da sede do município.

VILA DE SÃO JOAQUIM DO ITUQUARA-  O maior distrito do município, com quase 4 mil habitantes, fica localizado na margem direita do Rio Tocantins, possui belas praias e é famoso por ter um dos melhores carnavais da região.

COMO CHEGAR? Pela PA-151, cerca de 40 Quilômetros sede do município. Você tem a opção de chegar pelos barcos que fazem a linha para Tucuruí.

VILA DE JOANA PERES- Um dos principais distritos de Baião, Joana Peres fica localizado na margem esquerda do Rio Tocantins e faz parte da Reserva Extrativista Ipaú-Anilzinho.

COMO CHEGAR? De barco saindo da sede ou pela rodovia Transcametá.


Acessibilidade
Acessibilidade